O momento de decorar a casa ou o apartamento, sejam eles próprios ou alugados, é bastante especial: é nessa hora que a família personaliza o ambiente a partir de seus gostos e características.

Por isso, aliar as particularidades dos imóveis a partir das estratégias adequadas pode transformar toda a atmosfera da residência, baseando-se no estilo dos moradores e nos objetivos que cada um tem ao definir a finalidade dos cômodos.

Se você quer decorar sala para dois ambientes de forma harmoniosa e prática, continue a leitura e aprenda a realizar essa tarefa. Anote as nossas dicas e arregace as mangas!

1. Faça uma divisão do espaço

A primeira questão envolve a divisão e a finalidade dos espaços da sala, ou seja, é necessário avaliar como eles serão utilizados. Se uma grande família gosta de se reunir para ver filmes e, também, adora receber visitas, a dica é utilizá-la como sala de TV e de jantar.

Já uma família mais reservada e em menor número, que pouco liga a televisão, pode achar mais interessante colocar diversas estantes de livros, sofás de diferentes tamanhos e concluir com uma mesa de jantar pequena.

Em outras palavras, nesse primeiro momento é essencial realizar um planejamento para, então, utilizar as melhores maneiras de decorar a sala para dois ambientes. Pense o que você espera do cômodo e veja as próximas dicas.

2. Delimite com móveis

Engana-se quem pensa que há a necessidade de contar com portas e divisórias para separar os espaços. Pelo contrário: a sala para dois ambientes tem, justamente, a característica de ser unida, dando maior sensação de amplitude e continuidade.

Por isso, a sua delimitação deve ser feita de forma sutil, a partir do uso de móveis, como o próprio sofá e a mesa de jantar, para salas mais tradicionais; pelo combo biombo e aparador, dando um ar minimalista e clean; ou, também, pelo uso de poltronas e banquinhos. Solte a imaginação e estilize o seu espaço!

3. Utilize piso de madeira

O piso de madeira é o queridinho de pessoas que preferem o estilo rústico de decoração. A característica desse gênero é justamente o uso predominante da madeira, seja no piso ou nos móveis, conferindo um ar bastante aconchegante à residência.

Para a sala de dois ambientes, uma ótima integração pode ser realizada com o piso de madeira, ao destacar o espaço contínuo. Para quem considera difícil a limpeza e o cuidado com os tacos, uma dica boa é usar o chamado carpete de vinil que imita a madeira: é de fácil aplicação e garante praticidade na manutenção.

4. Explore cores diferentes

Explorar cores diferentes é uma sugestão barata — e, de quebra, criativa —, já que é essencial pintar o apartamento ou a casa antes de iniciar a mudança. Para tanto, uma ideia é mesclar cores de tonalidades diversas para criar ambientes contínuos e complementares.

Se você prefere ambientes mais arrojados, invista em cores mais fortes.

Caso contrário, use cores mais amenas, lembrando que o uso de cores claras aumenta ainda mais o ambiente, ou seja, é ideal para espaços pequenos. Para facilitar a tarefa da escolha de cores, usar o círculo cromático pode ajudar bastante!

5. Invista em espelhos

O uso de espelhos em salas de dois ambientes também realiza com eficiência a missão de delimitar os espaços, oferecendo, ao mesmo tempo, uma maior sensação de amplitude no cômodo.

Eles podem ser de diferentes tamanhos, colocados sobre estantes ou utilizados de forma vertical ou horizontal na parede. Vale ressaltar que os reflexos da janela podem ofuscar quem circula pelo ambiente, por isso, procure o melhor ângulo para dispor esse objeto, não deixando-o em frente à janela ou muito próximo da varanda.

6. Pense em grafismo no piso e na parede

Compor o ambiente com diferentes estampas gráficas no piso ou na parede funciona muito bem para a separação sutil dos espaços, criando um ambiente único. Para tanto, vale investir em pisos estampados ou, até mesmo, em tapetes com tal característica.

Na parede, a ideia é semelhante: para quem não quer pintar a sala com texturas ou estampas gráficas, os quadros podem ser utilizados para cumprir bem essa missão — evitando que os residentes enjoem da pintura, que é mais difícil de ser modificada.

7. Espace bem os móveis

De nada adianta preparar o ambiente com todo cuidado e planejamento, escolher as cores, os móveis, os detalhes de grafismo e o espelho se, ao final da composição, a sala ficar tumultuada, causando a sensação de um apartamento abarrotado.

Por isso, é essencial espaçar bem os móveis e deixar os locais confortáveis para o devido fluxo. A dica é criar um corredor de circulação entre 0,80 m e 1,20 m e, ao montar o ambiente da sala de estar, deixar uma folga de pelo menos 0,60 m entre o sofá — ou as poltronas — e a mesa de centro.

8. Compre peças com múltiplas funções

Adquirir peças com múltiplas funções também funciona como uma sugestão eficiente para separar a sala de dois ambientes, economizando espaço nesse processo. Essas peças, além de práticas, podem ser adequadas ao estilo escolhido para a residência.

Um bom exemplo é uma mesa de centro expansível, que pode funcionar para abrigar porta-retratos em um dia comum e, com a chegada de visitas, ela se torna maior para posicionar copos e pratinhos de comida. Existem, também, sofás que aumentam de tamanho e estantes que servem para guardar livros e, ao mesmo tempo, como um biombo para divisão do ambiente.

Assim, são diversas as ideias que podem ser utilizadas para decorar sala para dois ambientes. Planeje-se, em primeiro lugar, e use as dicas apresentadas no nosso artigo para auxiliá-lo nesse momento tão especial de decorar a sua residência. Aliando a escolha de cores, o uso de móveis, pisos diferenciados, espelhos, estampas gráficas e peças com múltiplas funções, o seu espaço ficará aconchegante e único!

Nossas 8 dicas sobre decoração de sala para dois ambientes foram úteis? Compartilhe este post nas redes sociais e indique-o aos seus amigos. Eles podem ter as mesmas dúvidas que você!

Autor

Escreva um comentário

Share This