Categoria

Educação Financeira do Lar

Categoria

Afinal, o que fazer com o décimo terceiro salário?

A gratificação natalina, mais conhecida como décimo terceiro salário, é um direito de todo o trabalhador brasileiro contratado pelo regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). O recurso extra, recebido no final do ano, é muito aguardado para ajudar a fechar o orçamento anual ou já ser separado para um futuro investimento. Com a proximidade do mês de dezembro é hora de iniciar o planejamento: o que fazer com o décimo terceiro? Qual o melhor destino para o salário extra do final de ano? Confira neste post algumas sugestões de como aproveitar melhor a sua gratificação natalina. Quite suas dívidas Esse é um dos principais destinos do décimo terceiro salário dos brasileiros. A maioria das pessoas aproveita o pagamento extra para quitar dívidas acumuladas ao longo do ano. Mesmo que a tentação das compras de Natal esteja lhe atormentando, priorizar a quitação dos débitos pendentes pode garantir mais segurança…

Confira 6 passos certeiros para conquistar a estabilidade financeira

Ter estabilidade financeira é muito mais do que manter um orçamento adequado à sua renda. Além de balancear gasto e receita, ela permite alcançar sonhos, construir patrimônios, ter segurança e qualidade de vida. Apesar de parecer uma tarefa complicada, especialmente em um cenário de crise econômica, é possível realizá-la com sucesso. Neste post, mostraremos seis passos de como conquistar a estabilidade financeira e os benefícios que você pode obter a partir disso. Tem interesse no tema? Siga conosco e fique por dentro do assunto! 1. Entenda seu orçamento Entender a renda significa saber quanto você ganha, quanto gasta e quanto sobra. Isso vai permitir que você comece a traçar um caminho até a estabilidade financeira. O primeiro passo é saber quanto cada despesa “come” do seu orçamento mensal. Nos gastos necessários, inclua contas de água, luz, supermercado, transporte e escola dos filhos. Feito isso, identifique quanto do salário é usado com coisas supérfluas, como…

Deseja usar o FGTS no financiamento do imóvel? Veja as novas regras

O  Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) é um excelente instrumento para ajudar na realização do sonho da compra do primeiro imóvel. No entanto, nem todas as situações permitem o uso do FGTS no financiamento imobiliário. Em 2018, o governo federal elevou o limite de valor do financiamento de imóveis que permitem o uso de recursos do FGTS e determinou outras regras para quem deseja utilizar o benefício. Neste post mostraremos quais são essas novas regras para utilizar o fundo, além de outros detalhes sobre acesso, consulta, etc. Tem interesse no tema? Siga conosco e fique por dentro do assunto! O que é FGTS? O FGTS é um depósito feito de forma mensal pela empresa empregadora em nome do trabalhador. O valor corresponde a 8% do salário bruto. Diferentemente da contribuição para o INSS, o fundo é um benefício, ou seja, não acarreta em descontos nos vencimentos. Todo trabalhador brasileiro…

Comprar imóvel na planta: o que é preciso saber antes de escolher?

Comprar imóvel na planta pode ser um ótimo negócio, especialmente se levarmos em conta aspectos como o potencial de valorização e as condições de pagamento. Há, no entanto, algumas desvantagens em relação aos usados que precisam ser avaliadas antes de se fechar o negócio. Em determinadas situações, como quando há urgência de se ocupar o imóvel, por exemplo, optar por uma casa ou um apartamento que ainda estão em construção pode não ser a melhor opção. Neste post, destacamos alguns cuidados necessários na hora de avaliar se comprar imóvel na planta é mesmo a melhor alternativa. Confira! Vantagens de comprar imóvel na planta Potencial de valorização Adquirir um imóvel na planta é uma operação que sempre envolve algum risco, já que seu dinheiro será investido em um bem que ainda não existe. Por isso, as construtoras, que precisam da venda para financiar a obra, são mais flexíveis em relação ao…

Você sabe como comprovar renda sendo autônomo? Veja aqui!

O sonho da aquisição da casa própria é compartilhado por muitas pessoas, seja pela maior segurança que ela representa, seja pela construção de uma vida mais independente ou pelo início da constituição familiar.  Como essa operação envolve quantias consideráveis de dinheiro, há quem opte pelo financiamento total ou parcial do imóvel escolhido. Para tanto, é necessário comprovar a renda para conseguir tal empréstimo, o que pode significar, em um primeiro momento, uma dificuldade a mais para quem exerce atividades profissionais de forma independente, ou seja, não tem holerite ou folha de pagamento. Contudo, existem outras maneiras possíveis de fazer o sonho da casa própria acontecer, mesmo para quem não apresenta carteira de trabalho assinada: confira o nosso artigo e saiba como comprovar renda sendo autônomo. Vamos lá! O que serve como comprovante de renda? Há uma diversidade de profissionais que não têm carteira assinada, tais como advogados, taxistas, médicos, pedreiros, vendedores, entre outros. Por isso,…

Você sabe como juntar dinheiro para comprar um imóvel? Descubra já!

Pode parecer uma tarefa difícil, mas reunir o capital necessário para adquirir uma casa ou apartamento é possível — embora dependa de um bom planejamento e de muito foco. Saber priorizar gastos, enxugar despesas e perseguir metas são pontos fundamentais para o sucesso nessa empreitada. Para a maioria dos brasileiros, não há alternativa. Como adquirir a casa própria à vista é uma realidade para poucos, resta ter de determinação para economizar. Neste post, apresentaremos uma série de dicas para ajudá-lo a descobrir como juntar dinheiro para comprar um imóvel. Confira: Faça um bom planejamento Não é exagero dizer que o sucesso ao poupar para comprar um imóvel é resultado direto do planejamento de toda a operação. Antes de definir a economia necessária, é preciso saber exatamente quanto, como e quando será feito o investimento. Em outras palavras, você deve ter bem claro qual é o valor que precisa guardar e em quanto tempo pretende comprar…

Não consigo pagar o financiamento do imóvel. E agora?

O financiamento imobiliário é uma alternativa para facilitar bastante a compra da casa própria, auxiliando muitas famílias a realizarem esse sonho e, de quebra, de maneira que caiba no bolso dos compradores — por meio do pagamento de parcelas mensais. No entanto, imprevistos podem acontecer, como uma demissão repentina de emprego ou, mesmo, um problema de saúde, tornando o orçamento da família mais apertado e podendo prejudicar o pagamento do financiamento contratado. Em casos assim, o importante é não perder a calma para, então, procurar um plano B. Se você se encaixa nessa situação e a frase “não consigo pagar o financiamento do imóvel” fica ecoando em sua mente, continue a leitura deste post e descubra maneiras de contornar esse obstáculo. Vamos lá! Como identificar o tipo do meu contrato? O primeiro passo a ser dado em uma situação de impossibilidade de pagamento do financiamento imobiliário é ler o contrato…

Como criar metas pessoais para alcançar seus objetivos

Todo mundo tem os seus próprios sonhos e objetivos a serem conquistados na vida. Para alcançá-los, além de muita força de vontade, é preciso se planejar. Mas muita gente tem dificuldade na hora de definir metas pessoais. O efeito benéfico de criar essas metas não pode ser subestimado. Quando bem definidos, objetivos se tornam um direcionamento importante para a promoção de mudanças positivas na nossa vida. No artigo de hoje damos dicas de como traçar e cumprir metas pessoais. Veja quais são! Defina os seus objetivos Antes de tudo, é necessário saber o que se quer. O objetivo a ser alcançado, grande ou pequeno, precisa estar claro. Nessa etapa, permita-se sonhar livremente. Visualize o caminho que levará você aonde deseja chegar. Uma forma legal de encontrar esses objetivos é fazer um brainstorm sobre o que te motiva. Tire um tempo para isso e anote todas as ideias que surgirem da sua cabeça.…

Veja os 8 erros mais comuns ao comprar um apartamento

  Comprar apartamento e sair do aluguel é o sonho de muitos brasileiros. A hora de escolher o seu imóvel é, sem dúvida, um grande momento. Geralmente, o comprador vai avaliar em qual bairro deseja estabelecer moradia, a quantidade de quartos, o espaço para receber amigos e, claro, o quanto pode gastar e qual o prazo do financiamento. Avaliar todas essas questões e encaixá-las nas suas possibilidades vai te livrar de futuras dores de cabeça. Fazer um planejamento econômico é o primeiro passo para conquistar esse grande objetivo. Mas não é o único ponto que deve ser levado em consideração para a compra do tão sonhado apartamento. Você deve ficar atento a vários detalhes do processo de compra do imóvel para não se deixar levar pela emoção e acabar agindo por impulso. Quer fazer uma boa compra? Selecionamos os 8 erros mais comuns na hora de finalizar a compra de…

Vistoria imobiliária: o que levar em consideração nesse momento?

Quem deseja comprar ou alugar um imóvel deve ficar atento a uma série de procedimentos para garantir o bom andamento do negócio. E uma das etapas mais importantes do processo de negociação é a vistoria imobiliária, que pode prevenir compradores e locatários de diversos transtornos. Uma inspeção bem feita é a melhor forma de garantir que o imóvel encontra-se realmente nas condições combinadas previamente e também serve de guia, nos casos de locação, para o momento da devolução da propriedade. Leia atentamente este conteúdo para entender por que a vistoria imobiliária é tão importante e saber qual é a melhor forma de realizá-la! Para que serve a vistoria imobiliária A vistoria funciona como uma garantia jurídica para as pessoas envolvidas em negociações de compra, venda e aluguel de imóveis. E, em cada transação, o procedimento exerce uma função específica e importante. No caso dos aluguéis, a vistoria terá especial importância no momento do encerramento do contrato e…