A manutenção preventiva em imóveis é extremamente importante para que uma residência, seja casa, seja apartamento, mantenha a sua estrutura organizada e segura para os moradores.

Mais do que isso, essa ferramenta influencia diretamente o bem-estar e o conforto do imóvel, considerando os imprevistos que podem ser evitados relacionados a reformas urgentes.

Confira, a seguir, o que é a manutenção preventiva em imóveis, qual a sua finalidade e como colocá-la em prática!

O que é manutenção preventiva?

Como o seu próprio nome diz, a manutenção preventiva é aquela realizada de forma anterior ao acontecimento de um problema, como o vazamento do cano da cozinha ou a retirada de mofo do teto do banheiro.

A sua função é manter organizada e segura a estrutura da residência a partir da confecção de um cronograma de atividades, como o refazimento de pintura, a verificação acerca do funcionamento da rede elétrica e a limpeza dos forros de gesso de forma habitual.

Importante ressaltar que, ainda assim, eventuais problemas podem surgir, requerendo uma reparação mais urgente. A manutenção preventiva aparece como um instrumento de diminuir eventuais emergências.

Qual a sua finalidade?

A finalidade da manutenção preventiva em imóveis é tornar a residência um local confortável, limpo, seguro e com uma infraestrutura de qualidade. Como mencionado, pequenas emergências podem aparecer, mesmo em casas ou apartamentos bem cuidados, mas esses eventuais transtornos são diminuídos.

Em um primeiro momento, a manutenção preventiva pode parecer um custo a mais nas contas mensais da casa, mas a realidade mostra o contrário: os valores gastos em reformas fora do cronograma acabam pesando muito mais no bolso.

No fim das contas, a manutenção preventiva também tem a finalidade de tornar mais tranquila a rotina dos moradores que optarem por essa ferramenta — de imprevistos, já bastam as surpresas existentes no trabalho e no dia a dia!

Quais são os itens que devem ser analisados?

Existem diversos itens que compõem um imóvel bem estruturado. Por isso, até os detalhes contam nesse momento. Confira, a seguir, em quais pontos focar para a efetivação de uma manutenção preventiva de qualidade.

Instalação elétrica

A instalação elétrica garante o funcionamento de todos os eletrodomésticos, a iluminação dos ambientes e o banho quente ao final do dia — mesmo residências que contem com o aquecimento a gás precisam da rede elétrica funcionando para que esse equipamento possa ser ligado e, claro, aquecer a água.

Por isso, a rede elétrica é o primeiro item a ser analisado. O seu devido funcionamento também evita curtos circuitos, a queima de aparelhos eletrônicos e lâmpadas, ou seja, esse cuidado é essencial.

Em sua análise, cabe verificar se existem fios desencapados, se a voltagem da residência está uniforme e se existe alguma fiação próxima à água ou lugares que possam ser mais facilmente molhados.

Estrutura hidráulica

A estrutura hidráulica também é complexa e abrange todo e qualquer cômodo que contenha torneiras, chuveiros ou vasos sanitários. O mapa hidráulico mostra exatamente a localidade dos canos existentes na residência e deve ser necessariamente consultado no momento da instalação de quadros ou outros objetos na parede.

Para a realização da manutenção hidráulica é importante buscar um encanador de confiança, que avaliará a qualidade do encanamento, a caixa d’água e os reparos em torneiras e vasos sanitários.

Também é importante solicitar uma análise sobre possíveis vazamentos: essa atitude previne problemas mais graves, diminui o gasto de água, minimiza os custos com essa conta e evita a realização de grandes obras no futuro.

Forro de gesso

Os forros de gesso são usados para finalizar o revestimento do imóvel e são muito encontrados com acabamentos simples ou mais ornamentados, a depender do gosto dos moradores.

São locais em que ganchos ou suportes para armazenar objetos pesados não devem ser instalados, além de ser recomendado que esse material não tenha contado com água ou que não seja aplicado em ambientes úmidos, para evitar a geração de grandes manchas de mofo.

Especificamente nos banheiros, essas manchas escuras podem ser retiradas a partir do uso de água sanitária e, para quem prefere evitar essa situação, existem placas específicas para tais locais, fabricadas, justamente, para aguentarem a umidade.

Pintura

A pintura também é um item importante a ser focado na manutenção preventiva, considerando que, com o uso do imóvel e com o passar dos anos, a sujeira nas paredes acaba deixando ruim o aspecto da pintura.

O ideal é que a pintura de todo o imóvel seja refeita a cada 5 anos, período que pode ser diminuído ou aumentado a depender da rotina da família. Uma casa com crianças, por exemplo, acaba sendo mais desgastada do que um apartamento com um único morador.

Por que é importante realizar a manutenção preventiva em imóveis?

Ainda não está convencido sobre a importância de contar com a manutenção preventiva em imóveis? Veja, a seguir, 3 benefícios dessa ferramenta que mudarão a sua opinião. Confira!

Valorização do bem

Um imóvel bem cuidado se torna, automaticamente, mais apto a receber um valor acima da média cobrada no mercado em caso de revenda. Como mudanças de vida podem acontecer de forma repentina, contar com uma residência valorizada é uma ótima carta na manga para possível investimento futuro.

Redução de riscos

A redução de riscos implica em maior segurança para os moradores, item que deve ser levado a sério: principalmente por quem tem filhos pequenos. Uma boa infraestrutura garante maior conforto à família e, de quebra, menos imprevistos aos moradores.

Economia

A manutenção preventiva assegura, ao final do mês, a redução de gastos e garante uma economia familiar equilibrada. Isso porque os imprevistos com reformas diminuem, assim como os seus custos, refletindo em mais dinheiro no bolso. Ótimo benefício, não?

Entender a necessidade de realizar a manutenção preventiva em imóveis significa muitas vantagens: conforto, segurança e economia são algumas delas. Por isso, não deixe de realizar essa manutenção em sua residência e forneça mais qualidade de vida à sua família!

Gostou das informações apresentadas neste post? Assine a nossa newsletter e receba, em primeira mão, outras notícias sobre o mercado imobiliário e o cuidado com imóveis.

Autor

Escreva um comentário

Share This